A escrever nas nuvens
comentar
publicado por Girassol, em 20.10.08 às 20:16link do post | favorito

 

Faz de conta que até escrevo qualquer coisita de jeito.

 

ENTARDECER

O teu gosto ficou embebido em mim.

Na curva do pescoço

No sorriso,

Na cintura que desenhei com a ponta dos dedos,

No redemoinho dos nossos corpos

Naquela tarde de todos os silêncios em quebra-luz

05.07.25

sinto-me:
música: Robin S - Show me love

comentar
publicado por Girassol, em 14.05.08 às 19:36link do post | favorito

Deixo-vos com mais um dos meus poemas.

 

 

Dies Irae

 

" Hoje apetecias-me

como as cerejas

em carne

que maduram

e

quedam

tua ausência. "

 

07.05.13

 

sinto-me:
música: W.A. Mozart - Requiem (KV 626) - Dies irae

comentar
publicado por Girassol, em 25.03.08 às 11:38link do post | favorito

“ EXTENSÃO”

Se o desejo

Desabrochasse

Em todas as flores

Que me dás

Nossos corpos

Seriam campos imensos

De amores-perfeitos.

96.08.10.

sinto-me:
música: Katie Melua - Just like Heaven

comentar
publicado por Girassol, em 07.02.08 às 20:14link do post | favorito

Desculpem se vos maço mas vou deixar ficar aqui mais um dos meus poemas.


“ETERNO RETORNO”

E se um dia

Te dissesse

Que é por

Aquela janela

Que a luz entra?

Aquela que

Nunca abres

E se perde na memória

Inexistente

À qual

Os teus passos

Voltam.

 

02.02.13.

sinto-me:
música: The Doors - Severed Garden

comentar
publicado por Girassol, em 07.12.07 às 17:23link do post | favorito

“OARISTO”

 

Lutamos

 

Enterramos as lanças

Nas nossas vidraças d’água

 

Incendiamos, pilhamos

As nossas Almas.

 

Sugamos a vida em cálices de morte

Abandonando os corpos à brisa do momento.

 

Exauridos.

A calma nos lábios

 De um beijo.

95.08.03

sinto-me:
música: Firestarter - Prodigy

comentar
publicado por Girassol, em 16.10.07 às 19:34link do post | favorito
Confesso-vos que estar dependente de pagamentos de terceiros para cumprir as minhas obrigações já me fez crescer várias cãs.
Mas nem tudo são espinhos.
Sei que posso sempre contar contigo.
Agradeço-te todos os momentos fantásticos que temos tido e por aqueles que sei que virão!

“MORADA”

Vem deitar-te comigo

Entre os lençóis

Porque pautamos

A vida

Ergue-te

Sôfrega

E de um só

Fôlego

Faz-me tua

Amo-te

Em cada

Olhar

E

Gesto

Moras em mim

Como as

Heras.

01.01.25

sinto-me:
música: You're Still The One - Shania Twain

comentar
publicado por Girassol, em 12.10.07 às 19:06link do post | favorito

 

Deixo-vos sem qualquer pretensiosismo um poema da minha autoria.


“ PONTUAÇÃO”

 

Quero que

Não esqueças todas as vírgulas

Os riscos multifacetados dos hífenes

As dúvidas que emergem das interrogações

As surpresas matinais de cada exclamação

As reticências atravessadas na garganta

Mas acima de tudo

Que nunca coloques o ponto final

 

95.09.03

sinto-me:
música: Eterno - Pedro Barroso

mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO