A escrever nas nuvens
comentar
publicado por Girassol, em 07.12.07 às 16:47link do post | favorito

Mais um caso insólito mas verídico (continuação do post com o mesmo nome):

Requeri a uma Colega que juntasse cópia integral de um contrato de mútuo e ela responde-me nos seguintes termos :


“ Relativamente ao contrato de mútuo nº ........ – Empréstimo pessoal de € .......... junto do ....... – refere o Requerente que não possui cópia do referido contrato, pela simples razão que nunca existiu. O único elemento que tem é o documento que foi junto (plano de pagamento com as CARACTERÍSTICAS do mesmo, fornecido aquando a concessão do empréstimo.).” (sublinhado nosso).


Pelo que tive de, em novo requerimento, solicitar esclarecimentos à Ilustre colega:

(...)

Assim, face ao exposto estamos perante uma abissal contradição.

(...)

 Se não vejamos,

(...) Como pode vir o requerente afirmar que nunca existiu o aludido contrato de mútuo se de seguida refere que o plano de pagamento com as características do mesmo foi fornecido aquando a concessão do empréstimo!!!???

(...)

A nunca ter existido o aludido contrato de mútuo,

(...)

Como tem o Requerente na sua posse um documento emitido pelo ...... (sucursal ......) atribuindo explicitamente o número ........ao contrato de mútuo,

(...)

E referenciando o montante do empréstimo, a taxa nominal, o prazo da concessão, a data de início do contrato, a TAEG, a moeda do empréstimo e o plano de pagamentos!!!???


Aguardo as cenas do próximo capítulo.


 

sinto-me:
música: Relax take it easy - Mika

mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
15

16
18
19
20
21

25
26
27
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO