A escrever nas nuvens
comentar
publicado por Girassol, em 31.07.08 às 19:12link do post | favorito

Escrevo-te paulatinamente.

Antes célere, ao sabor do correr da pena.

Sabes, apesar desta distância, que voltou a depré.

Durmo horas infindáveis e acordo ensonada.

As celulazinhas cinzentas não laboram ao ritmo alucinado de sempre.

É inusitado escrever estas palavras "caras" e ficar tempos infinitos para me lembrar que uma mesa se chama mesa.

Entrei em shot down.

Saberás porventura que não tenho recordações? Infantes, adolescentes e adultas? Existem reminiscências... não localizo episódios, não reconheço caras, actos.

Não te sei dizer como é a minha família ou como és. Tenho traços gerais gravados, apenas isso...

Desculpa se neste momento ficas triste. Mas é a mais pura verdade. Necessito de fotos para compôr o quadro mental.

Sim, já referi este facto ao médico. Diz que é normal dada a situação que vivi em criança. Sabes o quão idiossincraticamente sou exigente, imaginas a incapacidade que sinto?

Não te maço mais... tenho sono... vivo neste estranho mundo de existir sonhando.

tags: ,
sinto-me:
música: James - Sit Down

G. a 1 de Agosto de 2008 às 13:10
Abraço! Não há problema, mandar-te-ei fotos minhas/nossas, para construires o quadro mental dos nossos bons momentos.

Amt

mais sobre mim
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
16
17
18
19

22
23
25

27
28
30


pesquisar
 
blogs SAPO